31.8 C
Brasil
17 de janeiro de 2020
Destaques Transporte

Estudo da Grail Insights aponta Cargo X como a marca mais lembrada por caminhoneiros

De acordo com estudo divulgado pela Grail Insights – consultoria internacional especializada em obter dados de mercado, a Cargo X – logtech brasileira criada em 2013 com o objetivo de reescrever a cultura do transporte de cargas no Brasil, é o principal app de fretes brasileiro no que tange lembrança de marca, recomendação e uso em todos os estados do País. 

A pesquisa feita com caminhoneiros aponta que o fácil acesso a cargas está entre as principais vantagens de usar aplicativos de frete, de acordo com 65% dos respondentes.

O aplicativo Cargo X é destinado aos transportadores e sua capilaridade atende todo território nacional. Com o uso de Big Data e Machine Learning, é possível fazer o cruzamento entre o destino do profissional, fretes disponíveis da região e sazonalidade como principais itens que podem afetar o valor do transporte de cargas.

“Todo esse processo chama atenção para a migração do mercado de cargas para o universo online, mas é um fato que todas os setores irão passar pelas transformações digitais, e a indústria do transporte não está isenta”, salienta Federico Vega, CEO da Cargo X.

O estudo revelou também os caminhoneiros realizam em média 30 fretes por mês, sendo 60% desse total, realizados por meio de aplicativos de fretes. 

O valor de cada viagem também é maior no universo online, atingindo cerca de 2,500 reais. A forma de procurar por cargas também mudou com o uso de aplicativos, agora a principal maneira de buscar fretes é feita via app ao invés das tradicionais paradas de caminhoneiros, o que mostra a adoção dessa população as praticidades que a tecnologia proporciona.

Outro ponto destacado no estudo são os fatores que levam os caminhoneiros e transportadores a buscarem por aplicativos para a realização de fretes disponíveis. Entre os principais pontos destacados neste quesito estão: segurança da carga e caminhão, emissão de documentação necessária por responsabilidade do app, vantagens na manutenção do veículo, gerenciamento de contrato e mais.

“Como próximos passos, vamos expandir ainda mais nossa atuação, mas agora, por meio de parcerias com transportadores. Estamos oferecendo capital de giro, marketplace com cargas gratuitas e nossas tecnologias para que eles possam crescer cada vez mais”, finaliza. Nosso objetivo é ajudar ao transportador fazer mais fretes ao invés de virar um transportador digital.

Related posts

Indústria de etanol dos EUA queima US$ 1 bi na guerra comercial

Carlo Fracalanza

Caminhoneiros autônomos apoiam em parte as medidas do Governo, revela pesquisa

Maria Alice Guedes

Oportunidades perdidas no setor de infraestrutura com recuperação judicial da Odebrecht e combate à corrupção

Redação Logística Brasil

Deixe seu comentário