19.4 C
Brasil
18 de novembro de 2019
Destaques

Exportações de produtos manufaturados ao Iraque chegam a US$ 467 milhões

As vendas ao Iraque de produtos fabricados no Brasil cresceram mais que a média do total das exportações. De janeiro a setembro de 2019 as empresas brasileiras faturaram US$ 467 milhões, ante US$ 385 milhões no mesmo período do ano passado, o que representa aumento de cerca de 21%. Os produtos ligados a área médica e que atendem demandas dos setores de odontologia, oftalmologia, análises clínicas, próteses e hospitais em geral quase triplicaram no mesmo período.


Esse percentual indica que o Iraque já percebe o Brasil como fornecedor de produtos mais sofisticados e críticos”, explica Jalal Chaya, vice-presidente da Câmara Brasil Iraque. Em números as vendas totalizaram em nove meses US$ 646 mil contra US$ 227 mil em 2018.

Os produtos que ainda lideram são açúcar de cana, carne de frango, boi vivo, tubos de liga de aço para a industria de petróleo e gás, arroz e carne bovina. Mas os resultados percentuais apontam para aumento de demanda por parte do consumidor iraquiano.

Em produtos de consumo doméstico como talheres, itens de decoração, ferramentas caseiras e de jardinagem, entre outros produtos, o percentual de crescimento foi de aproximadamente 23%, ou seja, de US$ 302 mil para US$ 370 mil. No segmento de vestuário, as exportações dobraram: de US$ 157 mil em nove meses de 2018 para US$ 336 mil este ano.

“O iraquiano está descobrindo que o Brasil é muito mais que um exportador de commodities”, conclui Chaya.

Related posts

Brasil é mercado potencial para a francesa FM Logistic

Maria Alice Guedes

A fintech Magnetis Investimentos abre vagas para times de tecnologia

Redação Logística Brasil

BMW também lançará patinetes elétricos enquanto as cidades discutem regras e restrições

Maria Alice Guedes

Deixe seu comentário