20.2 C
Brasil
14 de outubro de 2019
Destaques Transporte

Meta da Multilog é atingir R$ 1 bilhão de faturamento até 2022

Referência nacional no setor, a empresa, que possui mais de duas décadas de experiência, segue em uma crescente constante. Nos últimos dois anos, a Multilog passou por grandes aquisições, focou em inovação, se consolidou entre os melhores operadores logísticos nos principais corredores de importação e exportação do Brasil e, após fechar 2018 com receita de R$ 525 milhões, a Multilog estima crescer cerca de 20% neste ano com a meta de dobrar o faturamento até 2022.

A projeção considera os cerca de R$ 60 milhões em investimentos em estrutura física, tecnologia e capacitação de pessoas.

Atualmente, a companhia conta com 20 unidades de negócio, em quatro diferentes estados (São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina), e 1,5 milhão de metros quadrados de área alfandegada. No primeiro semestre, inaugurou mais de 3 mil metros quadrados das áreas climatizadas para recebimento de produtos fármacos, um segmento que deve crescer de 5% a 8% até 2022, segundo o Guia 2018 da Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma).

Para Djalma Vilela, presidente da Multilog, a presença da companhia em São Paulo tem sido estratégica pela proximidade dos portos e aeroportos mais importantes do País, principalmente porque 40% da movimentação de comércio exterior do Brasil acontece no estado.

No Porto Seco de Barueri, uma infraestrutura de 1.580 metros quadrados de área climatizada foi montada para armazenamento de medicamentos, equipamentos hospitalares, insumos, entre outros itens. Com a inauguração, a Multilog estima um aumento de 300% na movimentação no segmento. 

No Paraná, a Multilog também investiu na ampliação de suas estruturas e iniciou a operação de um novo Complexo Logístico em São José dos Pinhais. O espaço atua com portfólio de serviços completos, abrangendo Centro de Distribuição, Armazém Alfandegado e transporte rodoviário.

A instalação do complexo no município paranaense foi motivada pela localização privilegiada e potencial do Estado. A apenas três quilômetros de distância do aeroporto e cerca de 80 quilômetros do porto de Paranaguá, a unidade oferece facilidade de acesso, ampla estrutura física para comportar as operações e manutenção da excelência na prestação de serviços.

No total, a nova unidade conta com cerca de 115 mil metros quadrados de área, sendo três armazéns, para recebimento e expedição de mercadorias diversas, além de áreas específicas para produtos químicos e de healthcare.

“A estrutura moderna e equipada para atender o mercado logístico do Paraná é um importante passo da Multilog no Estado para consolidar a relação da empresa com mercado paranaense. O novo modelo nos dá a possibilidade de ampliar nossa atuação na cadeia de suprimentos do cliente por oferecer os serviços de forma integrada no mesmo local”, explica Alexandre Heitmann, diretor de Desenvolvimento de Negócios.

Em tecnologia, a empresa catarinense de logística Multilog, com sede em Itajaí, implantou o sistema de gestão SAP S/4HANA, realizado pela SPRO IT Solutions, e com apoio da Brasoftware para projetar o ambiente em nuvem, utilizando a solução Microsoft Azure.

O processo de implementação do ERP, que durou cerca de sete meses, teve o desenvolvimento e provisionamento de acesso à infraestrutura 100% em nuvem Microsoft realizado em 5 dias. 

Alison Martins, gerente técnico de SAP da SPRO, explica que ao utilizar o Azure na hospedagem do SAP S/4HANA, a Multilog obteve mais agilidade no processo de instalação e implementação da solução, sem necessidade de alto investimento em hardware.

“Isso trouxe como benefício a redução de custos e também mais segurança e disponibilidade dos serviços”, afirma.

Related posts

Consumo total de energia no Brasil deve crescer 2,2% ao ano até 2040, estima BP

Carlo Fracalanza

EDPR vende usina eólica na Bahia por R$ 1,2 bi

Redação Logística Brasil

ElloX lança plataforma com blockchain para integrar a cadeia logística

Maria Alice Guedes

Deixe seu comentário