19.5 C
Brasil
7 de dezembro de 2019
Indústria

WABCO esclarece que o ABS garante a dirigibilidade

A WABCO ACADEMY programa uma série de treinamentos técnicos sobre funcionamento, diagnóstico e manutenção de sistemas de freio, de controles eletrônicos de freio e de transmissão, produtos desenvolvidos e fabricados pela WABCO para veículos comerciais. São cursos estruturados para desenvolver profissionais, inclusive aqueles envolvidos em processos de manutenção.

Os treinamentos estão disponíveis para fabricantes de veículos, frotistas, concessionários, distribuidores e para oficinas Service Partner, a rede de postos de serviços credenciados pela WABCO.

Segundo Osmar Lopes, coordenador de assistência técnica e treinamento da WABCO e responsável pela WABCO ACADEMY América do Sul, a filosofia é compartilhar conhecimento prático e informações obtidas ao longo de anos de experiência.

“Ainda existe o mito de que freio bom é aquele que trava. O motorista supõe que seja melhor estancar o movimento do veículo a trancos e solavancos, o que pode até provocar um acidente. Esse conceito é inadequado para os veículos que contam com tecnologia ABS.  O sistema de freio antitravamento de roda, mais conhecido pela sigla ABS (do inglês Anti-Lock Braking System), foi desenvolvido justamente para evitar que as rodas travem”, explica.

Como funciona o ABS

O ABS é um sistema de segurança ativa adicional, que auxilia o motorista e tem o propósito de mitigar acidentes e assegurar a dirigibilidade durante as frenagens independentemente das condições da pista, se está com óleo, água ou sujeira, por exemplo, para desviar de um obstáculo quando o freio é acionado para a pressão máxima ou ter de frear durante uma curva.

Em veículos comerciais, seja ônibus, caminhão ou semirreboque, o ABS proporciona uma segurança maior se comparado a veículos apenas com freios convencionais.

Ao evitar o travamento das rodas, o ABS mantém a estabilidade e a dirigibilidade do veículo em situações de frenagem de emergência, contribuindo para mitigar derrapagens e a ocorrência do efeito L ou efeito-canivete -giro da parte traseira do semirreboque sobre o cavalo em frenagens bruscas.

Além de maximizar a eficiência do freio, uma vantagem importante para o caminhoneiro ou frotista, é que o ABS faz com que diminua o desgaste dos pneus, contribuindo para reduzir o custo da operação.

No processo de frenagem de veículo com ABS, o motorista pode pisar no pedal sem medo. A velocidade das rodas é monitorada constantemente e, sempre que o motorista acionar o pedal do freio ou o freio do semirreboque, o ABS controla automaticamente a pressão sobre as rodas.

Quando o motorista mantém a pressão no pedal, o ABS atua de maneira eficaz para reduzir ao máximo a distância de frenagem. Portanto, a dica é manter o pedal acionado, sem bombear ou liberá-lo ao sentir a pulsação, característica muito comum em veículo com sistema de freio hidráulico que também pode ocorrer em sistema pneumático. O pulsar no pedal ocorre devido ao controle de pressão exercido pelas válvulas moduladoras do ABS.

Para que o ABS funcione corretamente e tenha longa durabilidade, a WABCO recomenda manter em dia a manutenção do sistema de freio convencional, seguindo as orientações do fabricante, e ficar atento às sinalizações de falhas, observando a lâmpada de advertência no painel do caminhão ou no semirreboque.

De toda forma, uma falha no ABS não afeta o funcionamento do sistema de freio convencional. A manutenção deve ser realizada por mecânicos qualificados.


O sistema ABS tornou-se obrigatório no Brasil para todos os veículos fabricados desde 2014. As soluções de ABS da WABCO estão presentes mundialmente em caminhões, ônibus e rebocados (reboques, semirreboques e dollys), com suspensão pneumática ou de molas, inclusive para veículos especiais como rodotrens, bitrens e demais configurações brasileiras.

A WABCO também fabrica sistema eletrônico de freio (Electronic Braking System – EBS) para rebocados, além de um conjunto de tecnologias inteligentes e inovações de produto que ajudam a tornar os veículos comerciais mais seguros e eficientes. São produtos imprescindíveis para segurança veicular, para conforto e eficácia do motorista e para a eficiência no transporte de passageiro ou carga.

Related posts

DAF atualiza sua linha de caminhões para reduzir custo operacional

Carlo Fracalanza

GM investirá R$ 10 bilhões no Brasil e alerta para o futuro da exportação

Maria Alice Guedes

Marcopolo fornece 89 ônibus Torino em Pernambuco

Carlo Fracalanza

Deixe seu comentário